Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


Posts Tagged ‘bens’

domingo, novembro 19th, 2017

“Com esta parábola Jesus nos ensina que a vida na terra é um tempo para administrarmos a herança do Senhor e assim ganharmos o Céu. O significado da parábola é claro. Nós somos os servos; os talentos são as condições com que Deus dotou cada um de nós (a inteligência, a capacidade de amar, de fazer os outros felizes, os bens temporais…); o tempo que dura a ausência do patrão é a vida; o regresso inesperado, a morte; a prestação de contas, o juízo; entrar no gozo do Senhor, o Céu. Não somos donos, mas administradores de uns bens dos quais teremos de prestar contas.”

quarta-feira, julho 5th, 2017

“Coragem, irmãos! Se até agora houve alguma falta de firmeza em nós, vamos jogá-la fora junto com a negligência e corramos como loucos não só para Deus, mas também para o próximo, pois é o próximo que recebe tudo aquilo que não podemos dar a Deus, porque Ele não precisa de nossos bens.”

domingo, Maio 21st, 2017

“Vede todos os bens, todas as graças e misericórdias que Cristo veio fazer aos homens: esse Consolador derrama-as a todas nas nossas almas.”

sábado, Maio 20th, 2017

“Se queres ver os teus bens multiplicados, dá esmolas.”

domingo, setembro 25th, 2016

“Será Deus injusto ao repartir desigualmente os bens necessários à vida? Porque vives tu na abundância e aquele na miséria? Não será unicamente para que um dia recebas a recompensa pela tua bondade e gestão desinteressada, enquanto o pobre obterá a coroa prometida à paciência?”

quinta-feira, setembro 22nd, 2016

“Um verdadeiro amigo é o maior de todos os bens e igualmente, de todos, aquele que menos nos preocupamos em adquirir.”

domingo, setembro 11th, 2016

“Regressarei à casa de meu Pai como o filho pródigo, e serei acolhido. Tal como ele o fez, também eu o farei: Ele atender-me-á? Eis-me a bater, Pai misericordioso, à Tua porta; abre, para que eu entre, não me perca, não me afaste nem pereça! Fizeste-me Teu herdeiro, mas eu abandonei a herança e dissipei os meus bens; que doravante eu seja como um trabalhador e um servo.”

domingo, Abril 24th, 2016

“Se o amor estivesse espalhado por todos os lados, nasceria dele uma infinidade de bens.”

domingo, Março 2nd, 2014

Aprendei a temer a Deus, e tudo o resto decorrerá daqui, e a vossa casa encher-se-á de inúmeros bens. Aspiremos aos bens incorruptíveis, que os outros não nos faltarão. São João Crisóstomo.

domingo, setembro 22nd, 2013

As riquezas de que dispomos não devem servir apenas para nós; com bens injustos pode fazer-se uma obra justa e salutar, e aliviar um daqueles que o Pai destinou à Sua morada eterna. São Clemente de Alexandria.

segunda-feira, setembro 17th, 2012

Se tens sabedoria, compreendes que foste criado para a glória de Deus e para a tua salvação eterna. Esta é a tua finalidade, este é o centro da tua alma, este é o tesouro do teu coração. Por isso, considera verdadeiro bem para ti aquilo que te conduz para o teu fim, e verdadeiro mal […]

domingo, Janeiro 22nd, 2012

Eis o motivo por que Ele [Jesus] pede a pobreza àqueles que O querem seguir. O coração deve estar livre de tudo o que o prende aos bens terrenos, não deve desejá-los, não deve inquietar-se, nem deles depender, se quer pertencer totalmente ao Esposo divino. Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein).

sexta-feira, dezembro 16th, 2011

Os bens da terra apenas servem para escavar a alma e aumentar-lhe o vazio. François René de Chateaubriand.

domingo, novembro 7th, 2010

Mas os bens eternos pertencem realmente aos crentes. São Gaudêncio de Bréscia.

sábado, outubro 2nd, 2010

A prudência é o mais valioso de todos os bens. Epiteto.

domingo, setembro 26th, 2010

Será Deus injusto ao repartir desigualmente os bens necessários à vida? Porque vives tu na abundância e aquele na miséria? Não será unicamente para que um dia recebas a recompensa pela tua bondade e gestão desinteressada, enquanto o pobre obterá a coroa prometida à paciência? São Basílio de Cesaréia.

sábado, setembro 18th, 2010

O mérito da pobreza não está precisamente em não possuir nada, senão em não ter afeto às coisas da Terra. São José de Cupertino.

quinta-feira, Maio 20th, 2010

Eu bem sei que as coisas que tu tens, não são só tuas, mas Deus te deu-as para suprir as necessidades do homem: não são do homem, mas para as necessidades do homem. São Bernardino de Sena.

sexta-feira, Abril 23rd, 2010

Aqueles que têm muito são frequentemente avarentos. Aqueles que têm pouco partilham sempre o que têm. Não me importaria nada de dormir sobre a erva fresca, no verão, e quando viesse o Inverno, de me abrigar junto do feno quente de um celeiro, ou no luxo de um estábulo, desde que tivesse amor no coração. […]

domingo, junho 14th, 2009

Só se pode desejar a alegria da verdade, que é Cristo, e só se pode evitar a ausência d’Ele. É preciso considerar que esta é a única causa de total e eterna tristeza. Tire Cristo de mim e não me restará nenhum bem e não há nada que me aterrorizará tanto como sua ausência. O […]

sábado, Maio 16th, 2009

Quem perde os seus bens, perde muito; quem perde um amigo, perde mais; mas quem perde a coragem, perde tudo. Anônimo.

terça-feira, Janeiro 27th, 2009

Eis o motivo por que Jesus pede a pobreza àqueles que O querem seguir. O coração deve estar livre de tudo o que o prende aos bens terrenos, não deve desejá-los, não deve inquietar-se, nem deles depender, se quer pertencer totalmente ao Esposo divino. Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein).


Get Adobe Flash player Plugin by wpburn.com wordpress themes