Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


quarta-feira, 25 de março de 2009



Roma (Agência Fides) – No dia 25 de março, solenidade da Anunciação do Senhor, em vários países da América Latina se celebrará o “Dia Nacional do nascituro”. Esta prática está se estendendo de ano em ano depois do ataque sempre mais freqüente contra a vida humana nascente. A Conferência Episcopal da Colômbia, através da Seção para a Família, promove este evento, unindo-se assim à campanha internacional iniciada pela Igreja por uma cultura pela vida humana. Este dia recorda que “a criança que está para nascer é um ser humano, um filho de Deus, que merece toda atenção, tanto da parte dos pais que a geraram quanto pela sociedade que deste modo se vê enriquecida de um novo membro”.

“Diante de um ambiente que procura prescindir de muitos seres indefesos, lê-se no material preparado para a ocasião, somos chamados a lutar a fim de que a nova vida das crianças nascituras possam se desenvolver e chegar à sua plenitude: em casa que acolhe com a experiência do amor sincero e fiel dos esposos e dos pais, e na sociedade que reconhece os seus direitos fundamentais e facilita a elas as possibilidades de chegar a uma maturidade pessoal”.

Os temas propostos para a reflexão neste Dia 2009 são: “reafirmar o valor de toda vida humana desde a concepção até a morte natura; promover a cultura da vida humana; despertar a solidariedade: acompanhar as mães gestantes; rezar a fim de que tenha em nosso país respeito por toda vida humana”.

A Conferência Episcopal propõe além disso, uma série de iniciativas de caráter formativo, social, cultural e religioso para celebrar este dia, entre elas: “assembléias familiares para o estudo dos temas durante a semana de 24 a 31 de março; laboratórios de formação sobre paternidade e a maternidade responsável; projeção de vídeo sobre o tema do aborto; encontros e convivências com agentes de saúde dos hospitais e das clínicas; laboratórios de formação com dirigentes públicos e agentes de saúde sobre objeção de consciência e sobre o consenso informado; lançamento do dia através dos meios de comunicação; realização de marchas e manifestações culturais em defesa da vida humana, celebração eucarística e bênção das mães gestantes”.

No Chile, no dia 24 de março às 19 horas, na Catedral de Santiago se realizará uma Santa Missa que será presidida por Dom Fernando Chomali, bispo auxiliar de Santiago, e concelebrada pelo Padre Marcos Burzawa, Msf. Durante a celebração, organizada pelo Departamento pela Família e pela Rede para a Vida e a Família, se realizará a entrega da imagem da Virgem de Guadalupe, a grande advogada e patrocinadora da vida humana, reafirmando o compromisso da Igreja no Chile em favor da vida. “A idéia é celebrar o maravilhoso ato de amor que é o florescimento de um novo ser e, com isso, promover uma cultura da vida em nossa sociedade”, explicou Pe. Burzawa.

No âmbito das celebrações deste ano, a Rede para a Vida premiará pelo seu trabalho em defesa da vida, Patrícia Mondaca, Diretora do Centro de Atenção às Jovens Grávidas de “Maria Ajuda”, e ao Jornalista da Rádio “O Conquistador” de Temuco, Luis Muñoz. A cerimônia de entrega dos prêmios se realizará no dia 25 de março, às 13 horas, no Auditório da Sede do Instituto DUOC de Ponte Alto. No Chile o evento se celebra desde o dia 18 de maio de 1999, data em que o senado aprovou, por unanimidade, um projeto no qual solicitava o Presidente da República a declarar o dia 25 de março de cada ano, “Dia do nascituro”. (RG)

Fonte: Agência Fides.

Postado às 13:09 | Tags: , , , , , , ,

Deixe seu comentário


Get Adobe Flash player Plugin by wpburn.com wordpress themes
%d blogueiros gostam disto: