Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


Posts Tagged ‘Louis Lavelle’

segunda-feira, maio 17th, 2021

“Não há obra mais vã que buscar reter o passado que foge de nós. Mas não poderíamos consegui-lo. O que guardamos é uma coisa e não um pensamento, ou uma nostalgia estéril de um passado que já não é. O que vale a pena reter é o que amamos e sempre teremos força para isso.”

quarta-feira, março 27th, 2019

“Por vezes o amor mais forte não é o que se revela a nós subitamente, mas o que, sem parecer consultar-nos, se insinua em nós lentamente e ganha terreno sob os nossos olhos. O amor que atinge seu ápice na primeira tentativa não tarda em nos decepcionar: passa como o instante que o produziu. É preciso que o amor seja um ato interior no qual o ser inteiro, ao se envolver com ele, possa descobrir a um só tempo uma plenitude perfeita e uma virtualidade infinita: só então ele reúne em si toda a sucessão de momentos do tempo e penetra a eternidade.”

sexta-feira, março 24th, 2017

“A árvore alimenta os frutos de que se carregará, mas ela os ignora: não cabe a ela vê-los nem prová-los.”

terça-feira, setembro 1st, 2015

“Há uma luz que vem de Deus e que é semelhante à luz do dia, e outra que vem do homem e que é semelhante à de nossas lâmpadas. Quem vê a primeira não tem necessidade da outra, mas quem crê dispor da segunda pensa que não há outra.”

quarta-feira, novembro 5th, 2014

“Existem momentos privilegiados em que a verdade passa diante de nós e nos roça, para logo escapar; a escrita nos permite fazê-la renascer indefinidamente.”

quarta-feira, junho 20th, 2012

A sinceridade é o ato pelo qual me coloco a mim mesmo sob o olhar de Deus. Não há sinceridade de outro modo. Pois somente para Deus não há mais espetáculo, não há mais aparência. Ele próprio é a pura presença de tudo o que é. Quando me volto para ele, nada mais conta em […]

quinta-feira, agosto 18th, 2011

O amor começa na contemplação. Louis Lavelle.

quinta-feira, maio 6th, 2010

O maior bem que podemos fazer aos outros não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles. Louis Lavelle.

segunda-feira, julho 20th, 2009

Não pode haver real amizade entre os que, antes de tudo, não têm fé nos mesmos valores. Louis Lavelle.