Mensagem do dia (22/10/2022)

No programa messiânico de Cristo, que é ao mesmo tempo o programa do reino de Deus, o sofrimento está presente no mundo para desencadear o amor, para fazer nascer obras de amor para com o próximo, para transformar toda a civilização humana na «civilização do amor». Com este amor é que o significado salvífico do sofrimento se realiza totalmente e atinge a sua dimensão definitiva.

São João Paulo II (Papa).

Mensagem do dia (10/07/2022)

Este Samaritano carrega os nossos pecados e sofre por nós. Pega no moribundo e condu-lo à estalagem, ou seja, à Igreja. A Igreja está aberta a todos, não recusa o seu socorro à ninguém e todos são convidados por Jesus: «Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos que Eu hei-de aliviar-vos». Após ter conduzido o ferido, o Samaritano não parte de imediato, mas fica todo o dia na hospedaria junto do moribundo. Trata-lhe das feridas não apenas durante o dia, mas também de noite, abraçando-o com dedicada solicitude. Verdadeiramente este guardião de almas mostrou-se mais próximo dos homens que a Lei e os profetas «dando prova de bondade» para com aquele «que tinha caído nas mãos dos salteadores» e «mostrou ser o seu próximo» mais pelos atos do que pelas palavras.

Orígenes.

Mensagem do dia (15/05/2022)

Cristo disse: «Que vos ameis uns aos outros assim como Eu vos amei». E disse também: «Aquilo que fizerdes ao mais pequeno dos Meus irmãos, a Mim o fazeis». É a Ele que amamos em cada pobre, e todos os seres humanos são pobres de alguma coisa. Disse Ele: «Tive fome e destes-Me de comer, estava nu e vestistes-Me». Recordo sempre às minhas irmãs e aos nossos irmãos que o nosso dia consiste em passar vinte e quatro horas com Jesus.

Santa Teresa de Calcutá.

Mensagem do dia (11/04/2022)

«A casa inteira ficou cheia do perfume do bálsamo». Somos nós, ou pelo menos deveríamos sê-lo, «o perfume de Cristo». O perfume de nossas obras, com efeito, é a edificação do próximo, e a virtude do homem religioso, se é exímia, enche toda a casa, todo o espaço em que se encontra, deste santo odor. Tens o dever de rescender santidade quanto maior fores, ou seja, quanto mais graves forem tuas responsabilidades por outras pessoas: se és pai ou mãe, padre ou bispo etc., pois é no exemplo dos maiores que os menores se espelham. Tem, portanto, ainda maior cuidado para que se não diga de ti: «Fizestes odioso o nosso cheiro para o faraó», quer dando mau exemplo, quer desprezando a virtude.

Padre Nicolò Avancini.

Mensagem do dia (31/05/2021)

Na Encarnação, Maria se humilha confessando-se a serva do Senhor… Porém, Maria não fica só na humilhação diante de Deus, pois sabe que a caridade e a humildade não são perfeitas se não passam de Deus ao próximo. Não é possível amar Deus que não vemos, se não amamos os homens que vemos. Esta parte realiza-se na Visitação.

São Francisco de Sales.

Mensagem do dia (29/01/2021)

Consola os aflitos, visita os enfermos, sê solicito com os pobres: esta é a oração. A oração é boa, e suas obras são maravilhosas. A oração é aceita quando consola o próximo. A oração é escutada quando nela se encontra também o perdão das ofensas. A oração é forte quando está cheia da força de Deus.

Santo Afraates.

Mensagem do dia (14/07/2019)

O amor de Deus poupa-nos da morte e o amor do homem poupa-nos do pecado, pois ninguém peca contra aquele a quem ama. Mas que coração poderá possuir em plenitude o amor pelo seu próximo? Que alma poderá fazer frutificar em si mesma, para com toda a gente, o amor nela semeado por este preceito: «Amarás ao teu próximo como a ti mesmo»? Os nossos meios são incapazes, por si sós, de ser instrumentos da vontade rápida e rica de Deus: para isso é necessário o fruto da caridade semeado pelo próprio Deus.

Santo Efrém.

Mensagem do dia (28/06/2019)

No lado aberto de Jesus Cristo se distingue seu Coração, ardente de amor por ti, por mim, por todos os homens… Mas o vemos cercado de espinhos, e no centro a cruz. Esse fogo sagrado deve também inflamar nossos pobres corações para comunicá-lo aos outros, mas cercado de espinhos, para nos alertar contra os interesses mesquinhos de nosso amor próprio… completado, no entanto, pela cruz com os braços estendidos, para assim podermos abraçar a todos quantos nos rodeiam, sem restringir nosso zelo a certas almas em particular.

Beato Padre Miguel Agustín Pro.

Mensagem do dia (26/05/2019)

Nos ritos litúrgicos destes dias de Páscoa ressoa a mesma mensagem: Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitado, de pé no meio dos seus discípulos, disse: «Deixo-vos a paz, dou-vos a Minha paz. Não é como a dá o mundo que Eu vo-la dou». Esta paz, peçamo-la com ardentes preces ao Redentor divino que no-la trouxe. Afaste Ele dos corações dos homens quanto pode pôr em perigo a paz, e os transforme a todos em testemunhas da verdade, da justiça e do amor fraterno.

São João XXIII (Papa).

Mensagem do dia (19/05/2019)

Recebemos o preceito de amar o nosso próximo como a nós mesmos. Mas Deus deu-nos também uma disposição natural para o fazermos. Com efeito, nada é mais conforme à nossa natureza do que vivermos juntos, procurarmo-nos uns aos outros e amarmos o nosso semelhante. O Senhor pede-nos, assim, os frutos daquilo que já depositou em nós como germe, quando diz: «Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros».

São Basílio de Cesaréia.

Mensagem do dia (05/07/2017)

Coragem, irmãos! Se até agora houve alguma falta de firmeza em nós, vamos jogá-la fora junto com a negligência e corramos como loucos não só para Deus, mas também para o próximo, pois é o próximo que recebe tudo aquilo que não podemos dar a Deus, porque Ele não precisa de nossos bens.

Santo Antônio Maria Zaccaria.

Mensagem do dia (14/07/2013)

Nós somos todos o próximo uns dos outros, mas pelas obras de caridade, aquele que pode fazer bem torna-se próximo daquele que não pode. Foi por isso que o nosso Salvador Se fez nosso próximo, e não passou adiante quando estávamos “meio mortos” em consequência dos ferimentos infligidos pelos “salteadores”.

Orígenes.

Mensagem do dia (16/12/2012)

Não pedia João Batista ações brilhantes: apenas o amor ao próximo, concretizado na generosidade para com os necessitados e na honestidade no exercício da própria profissão. Era o prelúdio do mandamento do amor em que tanto insistiria Jesus. Digna preparação para o Natal, seria seguir plenamente tal direção.

Padre Gabriel de Santa Maria Madalena.