Mensagem do dia (21/01/2022)

Santa Inês, cuja festa hoje celebramos, não teria podido morrer corporalmente por Deus sem antes estar espiritualmente morta para os desejos da terra. Elevada aos píncaros da virtude, sua alma desprezou os tormentos e calcou aos pés as recompensas. Foi conduzida à presença de reis e de governadores rodeados de soldados, porém, permaneceu firme, mais resistente que os verdugos, superior mesmo a quem a julgava. E nós, adultos cheios de fraqueza, que vemos mocinhas caminharem para o Reino dos Céus por meio da espada, que diremos, face a tais exemplos, nós que nos deixamos dominar pela cólera, inflar de orgulho, perturbar pela ambição e enxovalhar pela luxúria?

São Gregório Magno (Papa).

Mensagem do dia (18/01/2022)

Uma mulher por sua própria natureza é maternal, pois toda mulher, casada ou solteira, é chamada a ser mãe biológica, psicológica ou espiritual – ela sabe intuitivamente que dar, nutrir, cuidar dos outros, sofrer com e por eles (pois a maternidade implica sofrimento) é infinitamente mais valioso aos olhos de Deus do que conquistar nações e voar para a lua.

Alice von Hildebrand.

Mensagem do dia (16/01/2022)

Ao transformar em vinho a água que enchia as talhas, o Salvador fez duas coisas: forneceu uma bebida aos convidados do casamento e quis dizer que, pelo batismo, os homens ficariam cheios do Espírito Santo. Aliás, o próprio Senhor o declarou noutra altura ao dizer: «Deita-se o vinho novo em odres novos». Os odres novos significam, com efeito, a pureza do batismo, e o vinho, a graça do Espírito Santo.

São Máximo de Turim.

Mensagem do dia (09/01/2022)

Consideremos o grande milagre que se produziu a seguir, uma vez que ele constitui o prólogo daquilo que iria passar-se em breve. Logo após o batismo do Salvador, não foi o antigo Paraíso que se abriu, foi o próprio céu: «Uma vez batizado, […] eis que se rasgaram os céus». Porque se terão aberto os céus aquando do batismo de Jesus Cristo? Para nos ensinar que o mesmo se passa no nosso: assim nos chama Deus à nossa pátria celeste e nos convida a não ter mais nada em comum com a terra.

São João Crisóstomo.

Mensagem do dia (06/01/2022)

Passaram-se vinte séculos: muitas almas percorrem os caminhos da terra como os reis magos do Oriente e continuam a perguntar ao passar: «Vistes, acaso, aquele que a minha alma ama?» É também uma estrela de luz que, iluminando o nosso caminho, nos conduz à humildade de uma manjedoura e nos mostra o que nos fez sair «das muralhas da cidade». Ela mostra-nos um Deus que, sendo embora Senhor de tudo, carece de tudo. O Criador da luz e do calor do sol sofre de frio; Aquele que vem ao mundo por amor aos homens é esquecido pelos homens.

São Rafael Arnáiz Barón

Mensagem do dia (02/01/2022)

Hoje mesmo, de fato, os magos vieram do Oriente em busca do nascer do «Sol da Justiça», Esse de Quem se diz: «Eis o homem, cujo nome é Oriente». Hoje adoraram o Menino nascido da Virgem, seguindo a direção traçada por uma nova estrela. Temos pois aqui, irmãos, um grande motivo de alegria, como aliás também nas palavras do apóstolo Paulo: «A bondade de Deus nosso Salvador e o seu amor pelos homens foram-nos manifestadas».

São Bernardo de Claraval.

Mensagem do dia (28/12/2021)

Pouco depois de Santo Estêvão, o primeiro mártir, temos as «flores martyrum», as flores dos mártires, esses pequenos botões que foram arrancados antes de estarem maduros para se oferecerem. De acordo com uma piedosa tradição, a graça adiantou-se ao desenvolvimento natural destas crianças inocentes, proporcionando-lhes a compreensão daquilo que estava a suceder-lhes, a fim de as tornar capazes de uma doação livre de si mesmas e lhes garantir a recompensa reservada aos mártires. Apesar disso, não se assemelham ao confessor da fé que já chegou ao estado adulto e que, com coragem heróica, abraça a causa de Cristo. Entregues sem defesa, assemelham-se antes às «ovelhas conduzidas ao matadouro».

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein).

Mensagem do dia (25/12/2021)

E eis que os pastores se apressam, com grande alegria, para ver aquele de quem ouviram falar. E como buscaram com fervoroso amor, mereceram achar rapidamente o Salvador. Assim também os inteligentes pastores dos rebanhos, ou melhor, todos os fiéis que se propõem a procurar a Cristo com o trabalho do espírito, o demonstram por suas palavras e atos.

São Beda, o Venerável.

Mensagem do dia (24/12/2021)

Mas por que procura o Senhor refúgio nesta gruta de Belém? Por que dorme numa manjedoura? Por que Se sujeita ao recenseamento de Israel? Irmãos, Aquele que traz a libertação ao mundo vem nascer na nossa submissão à morte. Ele nasce nesta gruta para Se mostrar aos homens, mergulhados nas trevas e na sombra da morte. Está deitado numa manjedoura porque é Aquele que faz crescer a erva para o gado, porque é o Pão da Vida que alimenta o homem com um alimento espiritual, para que também ele viva pelo Espírito.

São Gregório de Nissa.

Mensagem do dia (20/12/2021)

Contemple o tão amável menino Jesus que vai nascer em nossas comemorações da próxima festa. Vem-nos visitar por parte do seu Pai Eterno, e os pastores e os reis virão visitá-Lo no presépio. Visite-O também durante esta novena; acaricie-O, ofereça-Lhe hospitalidade no seu coração, adore-O intensa e suavemente e nEle sua pobreza, sua obediência e amabilidade, à imitação de sua Santíssima Mãe e de São José.

São Francisco de Sales.

Mensagem do dia (18/12/2021)

Parece-me que a atitude da Virgem durante os meses que decorreram entre a Anunciação e a Natividade é o modelo das almas interiores, dos seres que Deus escolheu para viverem no Seu íntimo, no fundo do abismo sem fundo. Em que paz, em que recolhimento Maria se terá entregado a todas as coisas, divinizando as mais banais! Pois a Virgem adorava o dom de Deus através de tudo, o que não a impedia de se entregar aos outros sempre que se tratava de exercer a caridade.

Santa Isabel da Trindade.