Mensagem do dia (12/05/2021)

Nós não podemos nada, não sabemos nada, não somos nada…, porém o Senhor é tudo, sabe tudo, pode tudo. Se nos abandonarmos nas mãos de Jesus Cristo como instrumentos dóceis, se, confiados em sua palavra, nos lançarmos mar adentro, as dificuldades desaparecerão, desvanecer-se-ão como a fumaça – mesmo que às vezes em nossa carne feridas e arranhões –, e a terra do mundo, seca e sedenta de Deus, será transformada em jardim radiante, cheio de flores e de frutos.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (12/05/2020)

Quando se fala da missão da Igreja, corre-se o risco de pensar que se trata de algo que corresponde aos que falam do altar. Porém a missão que Cristo entrega aos seus discípulos tem de ser realizada por todos os que constituem a Igreja. Todos têm, cada um de acordo com a sua condição, de cooperar de modo unânime na tarefa comum.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (16/12/2019)

Minhas filhas e meus filhos, saiamos ao encontro do Redentor do mundo. Ponhamo-nos a caminho uma vez mais, com renovado amor nos nossos corações, com luz nova nos olhos, com mais vigor nas nossas almas, fortalecidas pelo alimento diário da Sagrada Eucaristia. Deitemos fora os fardos — as pequenas concessões à comodidade, ao egoísmo, ao amor próprio — que, talvez, tornam menos airoso o nosso passo e retardam a nossa marcha para Deus. Com a ajuda do Espírito Santo, podemos! Devemos levá-lo a cabo com a intercessão da nossa doce Mãe Maria, que nos traz do Céu, neste Advento, uma graça nova para renovar a fundo a nossa entrega.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (11/12/2018)

O Senhor está próximo! É o grito que a liturgia faz ressoar nos nossos ouvidos, de mil modos diferentes, ao longo destas semanas anteriores ao Natal. Convida-nos a preparar a vinda espiritual de Cristo às nossas almas, com tanto mais urgência quanto mais se aproximam os dias felizes do Nascimento de Jesus.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (02/09/2010)

Não pense que a santidade exige que se realizem coisas extraordinárias, ou que somente entrega a vida a Cristo aquele que sofre o martírio, ou que se devem abandonar as ocupações deste nosso mundo. Além disso, não espere situações excepcionais, que talvez jamais ocorram. Busque a santidade na vida cotidiana.

Dom Álvaro del Portillo.