Mensagem do dia (09/08/2022)

Ver com os olhos ou a força imaginativa não são suficientes para a união com Deus. Tudo isto pode faltar, e, no entanto, pode-se ter a certeza interior de que é Deus quem fala. Esta segurança apoiar-se-ia no sentimento de que Deus está presente; se se sente tocado por Ele no mais profundo. A isto é o que, em sentido próprio, chamamos experiência de Deus.

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein).

Mensagem do dia (23/04/2022)

Deus só realiza obras maravilhosas quando elas são absolutamente necessárias para a fé dos homens. Por este motivo, e a fim de que os Seus discípulos não fossem privados do mérito da fé por terem tido experiência direta da Sua ressurreição, antes de lhes aparecer, dispôs as coisas de modo a que eles acreditassem sem O terem visto.

São João da Cruz.

Mensagem do dia (03/07/2019)

A clemência do alto agiu de modo admirável a fim de que, ao apalpar as chagas do corpo de seu mestre, aquele discípulo que duvidara curasse as chagas da nossa falta de fé. A incredulidade de Tomé foi mais proveitosa para a nossa fé do que a fé dos discípulos que acreditaram logo. Pois, enquanto ele é reconduzido à fé porque pôde apalpar, o nosso espírito, pondo de lado toda dúvida, confirma-se na fé. Deste modo, o discípulo que duvidou e apalpou tornou-se testemunha da verdade da ressurreição.

São Gregório Magno (Papa).

Mensagem do dia (19/08/2009)

De fato, o dom do cêntuplo é grande conforto para a nossa caminhada, e a posse da vida eterna será a felicidade infinita na pátria celeste. Mas o que é este cêntuplo? É, simplesmente, o consolo do Espírito doce como mel, as visitas que nos faz e os seus primeiros frutos. É o testemunho da nossa consciência, é a feliz e muito alegre espera dos justos, é  a memória da bondade generosa de Deus, é também, na verdade, a imensidão da sua doçura. Os que experienciaram estes dons não precisam que deles lhes falemos; mas como descrevê-los, por simples palavras, a quem por eles não passou?

São Pedro Damião.