Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


Posts Tagged ‘juízo’

quarta-feira, março 20th, 2019

“É próprio do prudente examinar os conselhos e não se deixar levar arrebatadamente pelos falsos com fácil credulidade. Nas coisas duvidosas não decidas, mas suspende o teu juízo.”

quarta-feira, março 28th, 2018

“O pecado que não tem perdão, nem neste mundo nem no outro, é o do homem que, desprezando a Minha misericórdia, não quis ser perdoado. É isso que considero mais grave e foi por isso que o desespero de Judas Me entristeceu mais e foi mais penoso para o Meu Filho do que a sua traição. Os homens serão pois condenados por esse falso juízo que os leva a crer que o seu pecado é maior que a Minha misericórdia.”

domingo, novembro 19th, 2017

“Com esta parábola Jesus nos ensina que a vida na terra é um tempo para administrarmos a herança do Senhor e assim ganharmos o Céu. O significado da parábola é claro. Nós somos os servos; os talentos são as condições com que Deus dotou cada um de nós (a inteligência, a capacidade de amar, de fazer os outros felizes, os bens temporais…); o tempo que dura a ausência do patrão é a vida; o regresso inesperado, a morte; a prestação de contas, o juízo; entrar no gozo do Senhor, o Céu. Não somos donos, mas administradores de uns bens dos quais teremos de prestar contas.”

domingo, dezembro 11th, 2016

“Jesus é o instrumento concreto da misericórdia do Pai, que vai ao encontro de todos, levando a consolação e a salvação, e deste modo manifesta o juízo de Deus. Os cegos, os coxos, os leprosos e os surdos recuperam a sua dignidade e já não vivem excluídos por causa da sua enfermidade, os mortos voltam a viver, enquanto aos pobres é anunciada a Boa Notícia. E esta torna-se a síntese do agir de Jesus, que desta forma torna visível e tangível a ação do próprio Deus.”

domingo, março 13th, 2016

“Se Nosso Senhor fizesse ressoar, no meio desses juízes, esta sentença divina: “Que o primeiro que estiver sem pecado, atire a primeira pedra”, não começariam a tremer todos aqueles que julgam a terra?”

quinta-feira, novembro 6th, 2014

“Quem és tu que queres julgar,
com vista que só alcança um palmo,
coisas que estão a mil milhas?”

segunda-feira, julho 2nd, 2012

Quatro coisas caracterizam todo juiz digno deste nome: ouvir com cortesia, responder com sabedoria, ponderar com sobriedade e decidir com imparcialidade. Sócrates.

domingo, janeiro 31st, 2010

Como são desencontrados os juízos dos homens! Digam o que disserem, só interessa o que sou perante Deus. São João Bosco.

quarta-feira, fevereiro 18th, 2009

Se quereis formar juízo acerca de um homem, observai quem são os seus amigos. François Fénelon.


Get Adobe Flash player Plugin by wpburn.com wordpress themes