Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


Posts Tagged ‘lembrança’

domingo, junho 14th, 2020

“Irmãos queridos, compreendamos a nossa vocação: na sua misericórdia, Deus não nos chamou apenas para nosso próprio benefício, mas também para o serviço e a salvação de muitos outros. Vamos, portanto, mundo fora; pela palavra e pelo exemplo, exortemos os homens e as mulheres a penitenciarem-se dos seus pecados e a recordarem-se dos mandamentos de Deus, que durante tanto tempo mantiveram no esquecimento.”

domingo, março 29th, 2020

“Cristo não chorou por causa da desolação da morte, mas por causa da lembrança da alegria, Ele a cuja palavra, à Sua palavra, ressuscitarão os mortos para a vida eterna. Como podia Cristo chorar por fraqueza humana, quando o Pai que está nos céus chora o filho pródigo, não quando ele sai de casa, mas quando regressa? É por isso que Ele permite que Lázaro morra, para que, ao ressuscitá-lo, se manifeste a Sua glória; permitiu que o Seu amigo descesse à mansão dos mortos para que Deus aparecesse e o resgatasse dos infernos.”

sábado, maio 11th, 2019

“O passado não é aquilo que passa, é aquilo que fica do que passou.”

quinta-feira, abril 18th, 2019

“Desde esta noite da Última Ceia, todos nós, filhos e filhas da Nova Aliança no sangue de Cristo, recordamos a Sua Páscoa, a Sua partida graças à morte na cruz. Mas não se trata apenas de uma lembrança. O sacramento do Corpo e do Sangue tornam o Seu sacrifício presente, fazendo com que nele participemos sempre de novo. Neste sacramento, Cristo crucificado e ressuscitado está constantemente conosco, Ele vem constantemente até nós sob a forma do pão e do vinho, até vir de novo, a fim de que o sinal dê lugar à realidade última e definitiva. Que darei eu em troca deste amor «até ao extremo»?”

terça-feira, agosto 14th, 2018

“A lembrança do céu deve estimular-te a grandes virtudes.”

sábado, novembro 18th, 2017

“O tempo nada mais é do que a distância entre as nossas lembranças.”

quarta-feira, dezembro 30th, 2015

“O encontro de Deus com a humanidade não foi um simples contato, externo e transitório, mas uma união vital, uma união estável, uma união da natureza divina com a natureza humana, uma união substancial, hipostática como a chamaram os pais de nossa fé, uma união com a qual o Verbo de Deus, em sua infinita e eterna pessoa, fez sua a natureza humana, concebida no seio puríssimo da Virgem Maria, tornando-se deste modo o Homem Jesus Cristo, Deus e Verdadeiro Homem que, como Homem, nasceu, viveu, ensinou, sofreu e ressuscitou, sem deixar de ser o Deus que era, mas tornando-se o Homem que nós conhecemos e que na realidade somos. Pois bem: a recordação deste encontro é o Natal. Mais ainda: deve ser a continuação deste encontro.”

quarta-feira, agosto 7th, 2013

Saudades: presença dos ausentes. Olavo Bilac.

quarta-feira, janeiro 2nd, 2013

É precico lembrar-se de Deus mais vezes do que se respira. São Gregório de Nazianzo.

quarta-feira, abril 7th, 2010

Entre muitas vezes dentro de si mesmo para renovar e fortificar em si a lembrança da presença de Deus. Quanto mais você procurar conservá-la, tanto mais facilidade terá para fazer bem suas ações e a cumprir bem seus deveres. São João Batista de La Salle.

terça-feira, março 30th, 2010

A Semana Santa não pode reduzir-se a uma simples recordação, porque é a consideração do mistério de Jesus Cristo, que se prolonga em nossas almas; o cristão está obrigado a ser alter Christus, ipse Christus, outro Cristo, o próprio Cristo. São Josemaría Escrivá.

quarta-feira, setembro 2nd, 2009

As feridas morais têm a particularidade de que se escondem, mas não se fecham; sempre dolorosas, sempre prontas a sangrar quando são tocadas, ficam vivas e abertas no coração. Alexandre Dumas, pai.


Get Adobe Flash player Plugin by wpburn.com wordpress themes