Mensagem do dia (16/12/2020)

Tudo o que concerne a nosso Senhor Jesus Cristo tem quase sempre uma dupla dimensão. Houve um duplo nascimento: primeiro, ele nasceu de Deus, antes dos séculos; depois, nasceu da Virgem, na plenitude dos tempos. Dupla descida: uma, discreta como a chuva sobre a relva; outra, no esplendor, que se realizará no futuro. Na primeira vinda, ele foi envolto em faixas e reclinado num presépio; na segunda, será revestido num manto de luz. Na primeira, ele suportou a cruz, sem recusar a sua ignomínia; na segunda, virá cheio de glória, cercado de uma multidão de anjos. Não nos detemos, portanto, somente na primeira vinda, mas esperamos ainda, ansiosamente, a segunda. E assim como dissemos na primeira: «Bendito o que vem em nome do Senhor», aclamaremos de novo, no momento de sua segunda vinda, quando formos com os anjos ao seu encontro para adorá-lo: «Bendito o que vem em nome do Senhor».

São Cirilo de Jerusalém.

Mensagem do dia (17/12/2019)

Deus deseja vir a vossa casa e morar convosco! Aquele que está nos céus, e é adorado pelos serafins, Aquele que se encarnou no seio da Virgem Maria, Aquele que há de nascer daqui a oito dias, quer vir a cada um de vós. Deus, na sua misericórdia, vos ilumine para que hoje fique alojado nas vossas entranhas. Irmãos, preparai-lhe as vossas almas, pois Deus quer vir a elas.

São João de Ávila.

Mensagem do dia (28/12/2018)

Ao nascimento do Senhor, «o rei Herodes perturbou-se e toda a Jerusalém com ele». Não é de espantar que a impiedade se perturbe com o nascimento da bondade. Eis que um homem que domina exércitos se assusta diante de uma criança deitada numa manjedoura, que um rei orgulhoso treme diante do humilde, que aquele que se veste de púrpura receia um pequenino envolto em panos. […] Fingiu querer adorar Aquele que procurava destruir. Mas a Verdade não receia as emboscadas da mentira. […] A traição não consegue encontrar a Cristo, porque não é pela crueldade, mas pelo amor, que se deve procurar a Deus, que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.

Eusébio Galicano.

Mensagem do dia (24/12/2018)

Cara Irmã, nesta santa noite, o Menino nasceu novamente em nossos corações. Ajudemos seu místico crescimento em nós através de nossas orações, sacrifícios e obras. Que seu crescimento em nós possa alcançar a plena medida da perfeição humana para que ele possa permanecer conosco para sempre. Que Ele partilhe sua vida divina em nós, permitindo a nós, pobres e fracos como somos, nos tornarmos mensageiros de seu amor na sua Igreja e para outros.

Élisabeth Leseur.


Mensagem do dia (11/12/2018)

O Senhor está próximo! É o grito que a liturgia faz ressoar nos nossos ouvidos, de mil modos diferentes, ao longo destas semanas anteriores ao Natal. Convida-nos a preparar a vinda espiritual de Cristo às nossas almas, com tanto mais urgência quanto mais se aproximam os dias felizes do Nascimento de Jesus.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (19/04/2015)

O corpo do Senhor, que se juntou aos discípulos não obstante estarem as portas fechadas, é o mesmo que a Natividade tornou visível aos homens, ao sair do seio fechado da Virgem. Por isso, não vale a pena ficarmos admirados de que o nosso Redentor, após ressuscitado para a vida eterna, tenha entrado, estando embora as portas fechadas, porque, tendo vindo ao mundo para morrer, saiu do seio da Virgem, sem o abrir.

São Gregório Magno (Papa).

Mensagem do dia (25/12/2014)

Hoje o Autor do mundo foi gerado do seio de uma virgem: Aquele que fez todas as coisas tornou-se filho de uma mulher, por Ele mesmo criada. Hoje, o Verbo de Deus apareceu revestido de carne e, embora nunca tivesse sido visível aos olhos humanos, tornou-se também visivelmente palpável. Hoje, os pastores ouviram da voz dos anjos que nasceu o Salvador, na substância do nosso corpo e da nossa alma.

São Leão Magno (Papa).

Mensagem do dia (05/08/2012)

A Virgem Maria deu Jesus Cristo à luz, aqueceu-O nos seus braços, envolveu-O em panos e rodeou-O dos seus cuidados maternais. E é o corpo desse mesmo Jesus que hoje recebemos, é o Seu sangue redentor que bebemos no sacramento do altar. É isso que a fé católica tem por verdadeiro, é isso que a Igreja ensina com fidelidade.

São Pedro Damião.