Mensagem do dia (23/10/2022)

Que o tecido da tua oração só tenha uma cor. O publicano e o filho pródigo foram reconciliados com Deus com uma só palavra. Quando rezas, não procures palavras complicadas, porque o balbuciar simples das crianças tem muitas vezes tocado o seu Pai dos Céus. Não procures falar muito quando rezas, não vá o teu espírito distrair-se à procura das palavras. Uma só palavra do publicano apaziguou a Deus e um só brado de fé salvou o ladrão. Não raro, a loquacidade na oração dispersa o espírito e enche-o de imagens, ao passo que a repetição da mesma palavra serve para o recolher. Se uma palavra da tua oração te enche de suavidade ou de compunção, permanece nela, porque o teu anjo da guarda está aí, rezando contigo.

São João Clímaco.

Mensagem do dia (26/06/2022)

Olhar para trás mais não é do que alterar o próprio objetivo e retomar o gosto pelas coisas deste mundo. Nada receeis quando ouvirdes falar da virtude, nem vos espanteis com esta palavra. Porque a virtude não está longe de nós, nem nasce fora de nós; é coisa que nos diz respeito, e é simples, desde que o queiramos.

Santo Atanásio.

Mensagem do dia (08/04/2022)

Aquele que é dócil ao Espírito do Senhor quer mortificar e humilhar aquilo que é egoísta, vil e abjeto na carne. Dedica-se à humildade e à paciência, à simplicidade pura e à verdadeira paz de espírito; aquilo que deseja sempre e acima de tudo é o temor de Deus, a sabedoria de Deus e o amor de Deus Pai, Filho e Espírito Santo.

São Francisco de Assis.

Mensagem do dia (06/12/2021)

Irmãos, a vós, como às crianças, Deus revela o que ocultou aos sábios e entendidos: os autênticos caminhos da salvação. Meditai neles com suma atenção. Aprofundai no sentido deste Advento. E, sobretudo, observai quem é Aquele que vem, de onde vem e para onde vem; para quê, quando e por onde vem. É uma curiosidade boa. A Igreja universal não celebraria com tanta devoção este Advento se não contivesse algum grande mistério.

São Bernardo de Claraval.

Mensagem do dia (05/11/2021)

Quando um bem de índole superior é ameaçado, quando uma pessoa querida está gravemente doente, ou quando nós mesmos estamos em perigo de vida, vemos bem quão mesquinhas e caducas eram aquelas coisas a que na vida do dia a dia dávamos tanta importância; de bom grado renunciamos a elas para salvarmos a vida do bem que periga. Abra-se-nos um mundo de ignorada beleza ou descobre-se-nos uma verdade fundamental; sentimo-nos elevados acima das coisas superficiais, tornamo-nos mais livres e, por isso, mais simples.

Dietrich von Hildebrand.

Mensagem do dia (13/06/2021)

Imitai sobretudo a simplicidade das palavras e das comparações que Nosso Senhor fazia na Sagrada Escritura, falando ao povo. Que maravilhas não podia Ele ensinar ao povo! Que segredos não teria Ele sido capaz de desvendar sobre a Divindade e as Suas admiráveis perfeições, Ele que era a Sabedoria eterna de Seu Pai! No entanto, vede como fala inteligivelmente, e como se serve de comparações familiares, de um trabalhador, de um vinhateiro, de um campo, de uma vinha, de um grão de mostarda. Aí está como é preciso que vós faleis, se quereis fazer-vos entender pelo povo, a quem anunciais a palavra de Deus.

São Vicente de Paulo.

Mensagem do dia (07/05/2021)

Jesus Cristo quis nos ensinar que as pequenas coisas podem ser e às vezes são o início de grandes resultados; e que conseqüentemente a prática das pequenas virtudes pode ser justamente aquela que, guardando em nós o fervor da caridade, nos faz crescer e avançar pela graça e pela amizade de Deus que, como as árvores que crescem de pequeníssimas sementes, nos faz crescer em alto grau de santidade para surpreender até os anjos do paraíso.

Santo Agostinho Roscelli.

Mensagem do dia (17/02/2021)

Anotei no meu caderno minhas resoluções quaresmais, mas quero confirmá-las aqui. Devo verdadeiramente renovar minha vida, e é a Deus a quem peço com toda simplicidade transformar-me. Quero interiormente viver mais espiritualmente, exteriormente ser mais gentil e amável para fazer Deus melhor amado, que é o início e o fim de minha vida espiritual. Mais do que nunca, eu quero esconder no Coração de Jesus minhas boas obras, minha abnegação, pregar somente pelo exemplo, não falar nada de mim mesma e pouco de Deus, já que neste triste mundo só escandalizamos ou irritamos os outros mostrando nosso amor a Deus. Mas sempre que alguém se aproxima de mim, ou sempre que parecer ser a vontade de Deus que eu me aproxime de alguém, eu o farei simplesmente, muito prudentemente, e desaparecerei tão logo a tarefa estiver cumprida, não misturando pensamento de mim mesma na ação de Deus. E se tiver que ser incompreendida, criticada ou julgada desfavoravelmente, tentarei me alegrar lembrando-me de nosso divino modelo, e buscarei ser de nenhuma importância na estima dos outros. Eu que de fato sou tão pobre e pequena aos olhos de Deus.

Élisabeth Leseur.

Mensagem do dia (27/12/2020)

Uma lição de vida familiar. Que Nazaré nos ensine o que é a família, sua comunhão de amor, sua beleza simples e austera, seu caráter sagrado e inviolável; aprendamos de Nazaré o quanto a formação que recebemos é doce e insubstituível: aprendamos qual é sua função primária no plano social.

São Paulo VI (Papa).

Mensagem do dia (08/04/2019)

Todos os homens acreditam que a vida é muito complicada. Seus modos de vida o são, certamente, mas a vida, em si mesma, não só não é complicada, mas, pelo contrário, distingue-se por sua tremenda simplicidade. Infelizmente, não o entendem dessa forma, nem compreendem que melhor seria viver a vida tranqüilamente ao invés de empregá-la para mil propósitos extravagantes. De qualquer forma, sentem que o simples fato de viver já é algo maravilhoso.

Pär Lagerkvist.

Mensagem do dia (10/12/2018)

O cristianismo não é só uma “religião de advento”, mas é o próprio Advento. O cristianismo vive o mistério da vinda de Deus até ao homem, e com esta realidade palpita e pulsa constantemente. Ela é, simplesmente, a vida mesma do cristianismo. Trata-se de uma realidade ao mesmo tempo profunda e simples, aberta à compreensão e à sensibilidade de cada um dos homens e sobretudo de quem, por ocasião da noite de Natal, sabe tornar-se criança.

São João Paulo II.