Mensagem do dia (11/02/2024)

A fé pura, vivida no amor, mantida pela perseverança, paciente na espera, humilde na sua afirmação, firme na confiança, cheia de respeito na oração e de sabedoria quanto ao que nela é pedido, está segura de que ouvirá, em todas as circunstâncias, aquelas palavras do Senhor: «Quero, fica purificado».

São Pascásio Radberto.

Mensagem do dia (20/01/2024)

São Sebastião é um exemplo de coragem ante os obstáculos da vida e fidelidade mesmo diante das contrariedades e perseguições. É interessante notar o seu empenho em fazer o bem ocultamente, aproveitando todas as circunstâncias para semear alegria, consolo e ânimo para as pessoas próximas, mesmo sabendo que quando fosse descoberto poderia ter complicações. São Sebastião também pode ser reconhecido por sua prontidão em fazer a Vontade de Deus e enorme espírito de serviço, pois após recobrar a saúde ele se volta para os outros e quer continuar fazendo o bem, sem achar que já fez muito na vida e que agora precisa repousar.

Dom Orani João Tempesta.

Mensagem do dia (06/10/2023)

Vós, que sois o meu Senhor,
vós, cuja vontade eu prefiro à minha,
já não me posso contentar em rezar por palavras:
Ouça o meu grito que vos reza como um imenso clamor…


Vós, cujo servo eu próprio fiz,
com perseverança rezo a vós,
e rezar-vos-ei novamente,
Pois não é um bem terreno que eu procuro;
Peço apenas o que devo pedir: Só Vós!

São Bruno de Colônia.

Mensagem do dia (05/10/2023)

Deus permite, às vezes, em Seus insondáveis desígnios, que aqueles que empreenderam os maiores esforços em alguma obra, na maioria das vezes não gozem o fruto dessa obra aqui na Terra. Deus reserva-lhes toda a felicidade para a eternidade, mas, apesar de tudo, algumas vezes Deus lhes dá a conhecer quanto Lhe agradam os esforços deles; e esses momentos fortalecem-nas para novas lutas e provações. São essas almas que mais se assemelham ao Salvador, o qual, em Sua obra fundada aqui na Terra, só sentiu amarguras.

Santa Faustina Kowalska.

Mensagem do dia (30/03/2023)

A obediência é a absoluta renúncia à nossa própria vida, expressa com clareza nas nossas ações corpóreas ou, inversamente, a obediência é a mortificação dos membros, enquanto a mente permanece viva. A obediência é um movimento que não questiona, que aceita a morte livremente, uma vida simples, que encara o perigo sem preocupações, uma viagem segura, uma jornada adormecida. A obediência é o enterro da vontade e a ressurreição da humildade. Obedecer é colocar de lado a capacidade de fazer o seu próprio julgamento. A obediência é a desconfiança sobre o próprio declínio, em todos os assuntos, inclusive nos bons.

São João Clímaco.

Mensagem do dia (01/03/2023)

Jejuem os olhos de todo olhar curioso. Jejuem os ouvidos não escutando palavras inúteis e tudo quanto não for conforme ao bem da alma. Jejue a língua da crítica e da murmuração, das palavras vaidosas e inúteis. Jejue a mão de estar sem fazer nada, ou de fazer o que não é seu dever. Mas deve jejuar muito mais a alma dos defeitos e pecados, e de querer impor a sua vontade e os seus juízos. Porque, sem esse jejum, todos os outros são reprovados por Deus.

São Bernardo de Claraval.

Mensagem do dia (28/01/2023)

Agora, é evidente que quem adere ao ensinamento da Igreja, como a uma regra infalível, dá seu assentimento a tudo quanto ensina a Igreja; do contrário, se das coisas que ensina a Igreja admite as que quer e exclui as que não quer, não assente ao ensinamento da Igreja como regra infalível, mas a sua própria vontade. É, pois, evidente que o herege que nega um só artigo não tem fé nos demais, mas somente certa opinião, que depende de sua própria vontade.

São Tomás de Aquino.

Mensagem do dia (21/11/2022)

Acaso não fez a vontade do Pai a Virgem Maria, que creu pela fé, pela fé concebeu, foi escolhida dentre os homens para que dela nos nascesse a salvação; criada por Cristo antes que Cristo nela fosse criado? Fez Maria totalmente a vontade do Pai e por isto mais valeu para ela ser discípula de Cristo do que mãe de Cristo; maior felicidade gozou em ser discípula do que mãe de Cristo. E assim Maria era feliz porque já antes de dar à luz o Mestre, trazia-o na mente.

Santo Agostinho.

Mensagem do dia (05/10/2022)

O silêncio é como a espada na luta espiritual; a alma tagarela nunca atingirá a santidade. Essa espada do silêncio cortará tudo que queira apegar-se à alma. Somos sensíveis à fala e sendo sensíveis, logo queremos responder; não levamos em conta se é da vontade de Deus que falamos. A alma silenciosa é forte; nenhuma adversidade a prejudicará, se perseverar no silêncio. A alma recolhida é capaz da mais profunda união com Deus, ela vive quase sempre sob a inspiração do Espirito Santo. Deus opera sem obstáculo na alma silenciosa.

Santa Faustina Kowalska.

Mensagem do dia (26/09/2022)

Quanto mais a alma se aproxima de Deus, mais fome ela tem de se aproximar dEle. Quanto mais ela O saboreia e mais gosto sente em saboreá-Lo, mais vê sua miséria e sua imperfeição, e mais aumenta seu desejo de identificação – se tal fosse possível – com a Santidade infinita, fonte de toda santidade e de toda perfeição.

Santa Teresa Couderc.

Mensagem do dia (01/09/2022)

O princípio de nossas ações morais é nossa vontade livre. Quando esta vontade é reta, obedece à lei suprema e submete-se deliberada e totalmente só a Deus. Esta submissão não suprime os defeitos, mas rejeita-os; não torna impossíveis as quedas, mas torna-as ilógicas. O homem pode cair, mas não manca; levanta-se e segue aprumado o seu caminho.

Padre Pierre Charles.

Mensagem do dia (26/07/2022)

O passado, o presente, são humanos. Em Deus não há passado, há apenas o presente. Quando Deus nos observa vê toda a nossa vida. E como é infinitamente bom procura sempre o nosso bem. Portanto, não temos de nos preocupar com o que nos possa acontecer. Porque tudo o que lhe acontece é por vontade de Deus e para o bem da sua alma. É o essencial para nós. Deus é infinitamente bom e todo-poderoso e ajuda-nos. Basta-nos fazer isso para sermos felizes.

Monge cartuxo entrevistado pelo filme documentário O Grande Silêncio.