Mensagem do dia (24/07/2022)

Pedir a Deus torna-nos imediatamente familiarizados com Deus, porque a nossa alma se eleva em direção a Ele, fala carinhosamente com Ele, e adora-O em espírito e verdade. E assim, nesta amizade familiar com Deus que a oração produz, abre-se o caminho para uma oração ainda mais confiante. É por isso que está dito no Salmo: «Eu clamei», isto é, orei com confiança, «porque Tu me respondeste, meu Deus». Recebido na intimidade de Deus através de uma primeira oração, o salmista ora em seguida com maior confiança. E é por isso que, na petição dirigida a Deus, a assiduidade ou insistência no pedido não é importuna. Pelo contrário, é agradável a Deus, porque «é necessário rezar sempre», diz o Evangelho, «sem nunca desistir». E noutra passagem, o Senhor convida-nos a pedir: «Pedi e dar-se-vos-á», diz, «batei e abrir-se-vos-á».

São Tomás de Aquino.

Mensagem do dia (19/04/2022)

«Porque levaram o meu Senhor e não sei onde O puseram.» Enganas-te, mulher; pensas que Cristo foi levado do túmulo por outros e que não ressuscitou pelo seu próprio poder. Mas ninguém retira o poder a Deus, ninguém retira a sabedoria a Deus, ninguém Lhe retira a venerável castidade. Cristo não foi levado do túmulo de justiça e de intimidade da Virgem, nem do segredo da sua alma fiel; e, mesmo que haja quem queira apoderar-se dele, tal não é possível.

Santo Ambrósio.

Mensagem do dia (18/12/2021)

Parece-me que a atitude da Virgem durante os meses que decorreram entre a Anunciação e a Natividade é o modelo das almas interiores, dos seres que Deus escolheu para viverem no Seu íntimo, no fundo do abismo sem fundo. Em que paz, em que recolhimento Maria se terá entregado a todas as coisas, divinizando as mais banais! Pois a Virgem adorava o dom de Deus através de tudo, o que não a impedia de se entregar aos outros sempre que se tratava de exercer a caridade.

Santa Isabel da Trindade.

Mensagem do dia (03/10/2021)

A Igreja católica, no seu ensinamento e na sua prática, referiu-se constantemente às palavras de Jesus sobre a indissolubilidade do matrimônio. O Pacto que une íntima e reciprocamente os dois cônjuges é instituído pelo próprio Deus. Trata-se por conseguinte de uma realidade que vem de Deus e já não está na disponibilidade dos homens.

Cardeal Gerhard Ludwig Müller.

Mensagem do dia (22/08/2021)

Sabemos que enquanto a matéria do pão não for consumida pelo calor natural do corpo, Jesus está em nós; consequentemente, aproximemo-nos d’Ele. Quando Ele estava neste mundo, o simples contato das suas vestes curava os doentes; se temos fé, não podemos duvidar de que Ele continua a fazer milagres quando está tão intimamente unido a nós. Porque não há de dar-nos aquilo que Lhe pedimos, se está em nossa casa?

Santa Teresa d’Ávila.

Mensagem do dia (06/06/2021)

Parece um sonho bom demais para ser verdade, que Jesus, que é tão bom, tão poderoso e tão terno, queira ser nosso irmão; e contudo, é Ele próprio que nos diz: «Quem fizer a vontade de Deus esse é meu irmão, minha irmã e minha Mãe»: são palavras do próprio Jesus. Assim pois, para chegarmos à felicidade de ter Jesus como nosso irmão, como nosso amigo mais íntimo, temos de fazer a vontade de seu Pai. Pois bem, em que consiste esta vontade? Antes de mais, em evitar o pecado; e se, por fraqueza, cairmos, em pedir imediatamente perdão. Em seguida, em fazer todas as coisas por Ele; Ele é tão bom que aceita as nossas mais pequenas ações feitas por Ele. Conheceis os vossos deveres; basta que os santifiqueis, consagrando-os a Deus.

Beato Columba Marmion.

Mensagem do dia (28/11/2018)

Quando vou para a capela, me coloco diante de Deus e digo a Ele: Senhor, aqui estou, dê-me o que o Senhor quiser. Se ele me dá alguma coisa, eu fico feliz e agradeço-Lhe. Se ele me dá nada, eu continuo a agradecer-Lhe, porque não mereço. E então, digo a Ele tudo o que vem à minha mente, conto-Lhe meus problemas, minhas alegrias, e eu escuto.

Santa Catarina Labouré.

Mensagem do dia (04/08/2016)

Quando alguém tem o coração puro e unido a Deus, sente em si mesmo uma suavidade e doçura que inebria, e uma luz maravilhosa que o envolve. Nesta íntima união, Deus e a alma são como dois pedaços de cera, fundidos num só, de tal modo que ninguém pode mais separar. Como é bela esta união de Deus com sua pequenina criatura! É uma felicidade impossível de se compreender.

São João Maria Vianney (Cura d’Ars).

Mensagem do dia (23/11/2011)

Vossos filhos devem participar da disciplina de Cristo; devem aprender quanto vale perante Deus o sentimento humilde, como é apreciado o amor casto e como é sublime e belo o temor de Deus, que santifica a todos os que andam em reta intenção. Ele é o perscrutador dos pensamentos e planos íntimos. Seu sopro está em nós; ele o retira, quando lhe apraz.

São Clemente (Papa).