Mensagem do dia (06/08/2022)

Apressemo-nos portanto na confiança e na alegria, e penetremos na nuvem, como Moisés e Elias, como Tiago e João. Como Pedro, sejamos arrebatados por esta contemplação e esta manifestação divinas, sejamos magnificamente transformados, sejamos transportados para fora do mundo, elevados desta terra. Deixa a carne, deixa a criação e volta-te para o Criador a Quem Pedro dizia, deleitado, fora de si: «Mestre, é bom estarmos aqui.» Sim Pedro, é verdadeiramente bom estarmos aqui com Jesus, e estarmos aqui para sempre.

Santo Anastácio do Sinai.

Mensagem do dia (01/05/2022)

Só lentamente nos apercebemos desta grande e sublime verdade: Cristo continua, de alguma maneira, a caminhar no meio de nós, e faz-nos sinal para O seguirmos com a sua própria mão, o seu olhar, a sua voz. Nós não compreendemos que este chamamento de Cristo tem lugar todos os dias, hoje como outrora. (…) Deixamos de ter olhos para ver o Mestre – somos muito diferentes do apóstolo amado, que reconheceu Cristo mesmo quando os outros discípulos O não reconheceram. E, contudo, era Ele que estava na margem: foi depois da ressurreição, quando lhes ordenou que lançassem a rede ao mar; foi então que o discípulo que Jesus amava disse a Pedro: «É o Senhor».

São John Henry Newman.

Mensagem do dia (22/07/2021)

«Disse-lhe Jesus: ‘Maria’». Após a palavra banal de «mulher», Ele chama-a pelo nome. Era como se dissesse: «Reconhece Aquele que te conhece. Não te conheço de uma maneira geral, como uma entre outras; conheço-te de um modo pessoal.» Chamada pelo nome, Maria reconhece o seu Criador e chama-Lhe imediatamente: «’Rabuni!’, que quer dizer: ‘Mestre!’», porque Aquele que procurava exteriormente era o mesmo que lhe ensinara interiormente a procurá-Lo.

São Gregório Magno (Papa).

Mensagem do dia (03/07/2021)

A determinação de Tomé em seguir o Mestre é deveras exemplar e oferece-nos um precioso ensinamento: revela a disponibilidade total a aderir a Jesus, até identificar o próprio destino com o d’Ele e querer partilhar com Ele a prova suprema da morte. De fato, o mais importante é nunca separar-se de Jesus.

Papa Bento XVI.

Mensagem do dia (27/06/2021)

O amor que Jesus sente pelos homens, por nós, leva-o à casa daquele chefe da sinagoga. Todos os gestos e palavras do Senhor expressam esse amor. Gostaria de deter-me particularmente naquelas palavras literalmente coletadas dos lábios de Jesus: “A menina não está morta, ela está dormindo.” Estas palavras profundamente reveladoras levam-me a pensar na presença misteriosa do Senhor da vida num mundo que parece sucumbir ao impulso doloroso do ódio, da violência e da injustiça, mas não. Este mundo, que é vosso, não está morto, mas adormecido. Em vossos corações, queridos jovens, está a batida forte da vida, do amor de Deus. O jovem não morre quando está perto do Mestre. Sim, quando está perto de Jesus: vós todos estais perto de Jesus. Ouvi todas as Suas palavras, todas as palavras, todas. Jovem, ama Jesus, busca Jesus. Encontra Jesus.

São João Paulo II (Papa).

Mensagem do dia (06/04/2021)

«Maria!» Ó Senhor, tu chamaste a tua serva pelo seu nome de família e ela reconheceu imediatamente a voz familiar do seu Senhor. «Maria!» Palavra tão doce, tão transbordante de ternura e de amor! Ser-Te-ia impossível, Mestre, dizê-lo de forma mais breve e mais forte: «Maria! Sei quem tu és. Sei o que queres. Eis-Me aqui! Não chores mais. Eis-Me aqui, Aquele que procuras.» Imediatamente as lágrimas mudam de natureza; pois como poderiam ser estancadas, quando agora brotam de um coração em festa?

Santo Anselmo de Cantuária.

Picture 089

Mensagem do dia (31/12/2020)

Eu peço a Deus, ao Divino Infante, para este ano a graça de uma vida interior mais forte e toda sobrenatural, de uma vida exterior toda devotada ao caro próximo. Que a serenidade do meu coração se consolide e irradie a todos; que mais austera no interior, me torne acolhedora de cada um, gentil para com a vida, os seres e as provações. Servi-vos de mim, Mestre adorado, segundo vossa vontade, em favor das almas, para vossa glória.

Élisabeth Leseur.

Mensagem do dia (09/04/2020)

O gesto de amor e de humildade com que Jesus, o Mestre e o Senhor, lava os pés aos discípulos, determina o horizonte divino das relações recíprocas entre os discípulos, e deles com qualquer pessoa, em toda situação e em todo tempo. Cada sofrimento partilhado e cada gesto de solidariedade faz Jesus lavar os pés e cumprir seu mandamento.

Dom Emanuele Bargellini.

Mensagem do dia (29/08/2018)

Sempre tinha precedido o Mestre: ao nascer, anunciara Sua vinda a este mundo. Ao batizar os penitentes do Jordão, tinha prefigurado Aquele que vinha instituir Seu batismo. E a morte de Cristo redentor, seu Salvador, que deu a vida ao mundo, também João Batista a viveu antecipadamente, derramando o seu sangue por Ele, por amor.

São Beda, o Venerável.

Mensagem do dia (09/06/2017)

Quando desejardes dar alguma resposta, deves por em tua boca, antes de mais nada, a humildade uma vez que sabes muito bem que, por ela, todo o poder do inimigo se reduz a nada. Tu conheces a bondade do teu Mestre, que foi blasfemado, e como Ele se fez humilde e obediente inclusive até a morte. Filho meu, trabalha por ti mesmo para firmar a humildade em tua boca, em teu coração e em teu colo, pois há um mandamento que a exige.

Santo Efrém.

Mensagem do dia (23/08/2015)

Não são palavras intoleráveis, como dizem outros discípulos. Pelo contrário, são palavras que conduzem à realidade mais extraordinária de todas, a vida sem fim, a vida imperecível. Estas palavras mostram-nos realmente que devemos sentar-nos aos pés de Cristo, tomando-O como nosso único mestre, e mantendo-nos constantemente junto dele.

São Cirilo de Alexandria.

Mensagem do dia (05/04/2012)

O gesto de amor e de humildade com que Jesus, o Mestre e o Senhor, lava os pés aos discípulos, determina o horizonte divino das relações recíprocas entre os discípulos, e deles com qualquer pessoa, em toda situação e em todo tempo. Cada sofrimento partilhado e cada gesto de solidariedade faz Jesus lavar os pés e cumprir seu mandamento.

Dom Emanuele Bargellini.

Mensagem do dia (31/03/2010)

Vede de que compaixão Cristo dá provas para com Judas, o homem que recebeu tanto amor e, contudo, traiu o próprio Mestre, esse Mestre que manteve um silêncio sagrado, sem o atraiçoar perante os companheiros. Com efeito, Jesus poderia muito bem ter falado abertamente, revelando aos outros as intenções ocultas e os atos de Judas; mas não o fez. Preferiu dar provas de misericórdia e de caridade; em vez de o condenar, chamou-lhe amigo. Se Judas tivesse olhado para Jesus de frente, como fez Pedro, teria sido amigo da misericórdia de Deus. Jesus foi sempre misericordioso.

Beata Teresa de Calcutá.