Mensagem do dia (03/02/2024)

O nosso século orgulha-se de ser o da vida intensa, e essa vida intensa não é senão uma vida agitada, porque o sinal do nosso século é a corrida, e as mais belas descobertas de que se orgulha não são as descobertas da sabedoria, mas da velocidade. E a nossa vida só é propriamente humana se nela há calma, vagar, sem que isto signifique que deva ser ociosa (…). Acumular corridas e mais corridas não é acumular montanhas, mas ventos.

Padre Jacques Leclercq.

Mensagem do dia (21/11/2023)

Maria deixou seus pais na idade de três anos e foi oferecer-se a Deus no templo de Jerusalém. Esta Virgem predestinada compreendeu desde então que o Senhor ama as primícias da nossa vida, como a homenagem mais em relação com a pureza de seu ser, e com o domínio universal que ele deve exercer sobre nós. O Espírito Santo ensinara-lhe que toda criatura, como propriedade do Criador, deve dar-se a Ele sem tardança e sem reserva, por causa do seu domínio essencial, necessário, absoluto, sem restrição no tempo e na eternidade. A Virgem Imaculada fez ao Senhor a consagração da sua pessoa com generosidade sem igual, com amor superior ao de todos os anjos e santos reunidos.

Padre Luís Bronchain.

Mensagem do dia (26/06/2023)

Deus chama-nos através das vicissitudes da vida diária, no sofrimento e na alegria das pessoas com quem convivemos, nas aspirações humanas dos nossos companheiros, nos pequenos acontecimentos da vida familiar. Chama-nos também através dos grandes problemas, conflitos e tarefas que definem cada época histórica e que atraem o esforço e os ideais de grande parte da humanidade.

São Josemaría Escrivá.

Mensagem do dia (25/02/2023)

Mesmo que, para a maioria dos homens, o tempo reservado à oração seja necessariamente muito curto, devido às suas muitas ocupações, não esqueçamos que vivemos todo o dia sob o olhar de Deus: devemos-lhe constantemente a homenagem da nossa obediência, que se traduz em oferecer-lhe explicitamente todas as nossas atividades.

Padre Georges Chevrot.

Mensagem do dia (26/07/2022)

O passado, o presente, são humanos. Em Deus não há passado, há apenas o presente. Quando Deus nos observa vê toda a nossa vida. E como é infinitamente bom procura sempre o nosso bem. Portanto, não temos de nos preocupar com o que nos possa acontecer. Porque tudo o que lhe acontece é por vontade de Deus e para o bem da sua alma. É o essencial para nós. Deus é infinitamente bom e todo-poderoso e ajuda-nos. Basta-nos fazer isso para sermos felizes.

Monge cartuxo entrevistado pelo filme documentário O Grande Silêncio.

Mensagem do dia (09/12/2021)

Nestas semanas, enquanto preparamos a grande festa do Nascimento do Redentor, podemos considerar o modo de atuar de Nosso Senhor. Embora desejasse ardentemente tomar a nossa carne, preparou a humanidade com pedagogia divina e veio à terra no momento prefixado pelo Pai desde a eternidade. Passaram muitos séculos antes que se verificasse o sublime acontecimento da Encarnação; depois, uma vez feito Homem, Jesus Cristo permaneceu trinta anos sem revelar a sua condição de Messias e Filho de Deus. Só mais tarde manifestou o seu poder e a sua divindade em todo o seu esplendor.

Beato Álvaro del Portillo.

Mensagem do dia (16/12/2020)

Tudo o que concerne a nosso Senhor Jesus Cristo tem quase sempre uma dupla dimensão. Houve um duplo nascimento: primeiro, ele nasceu de Deus, antes dos séculos; depois, nasceu da Virgem, na plenitude dos tempos. Dupla descida: uma, discreta como a chuva sobre a relva; outra, no esplendor, que se realizará no futuro. Na primeira vinda, ele foi envolto em faixas e reclinado num presépio; na segunda, será revestido num manto de luz. Na primeira, ele suportou a cruz, sem recusar a sua ignomínia; na segunda, virá cheio de glória, cercado de uma multidão de anjos. Não nos detemos, portanto, somente na primeira vinda, mas esperamos ainda, ansiosamente, a segunda. E assim como dissemos na primeira: «Bendito o que vem em nome do Senhor», aclamaremos de novo, no momento de sua segunda vinda, quando formos com os anjos ao seu encontro para adorá-lo: «Bendito o que vem em nome do Senhor».

São Cirilo de Jerusalém.

Mensagem do dia (25/02/2020)

O meio para adquirires um tesouro imenso de méritos e obteres do céu as graças mais assinaladas, é seres fiel a Jesus Cristo em sua pobreza e fazer-lhe companhia neste tempo em que é mais abandonado pelo mundo. Como Jesus agradece e retribui as orações e os obséquios que nestes dias de carnaval lhe são oferecidos pelas suas almas prediletas!

Santo Afonso de Ligório.