Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009



O Bispo de Bagdad, D. Shlemon Warduni, denunciou o que classificou como um plano de eliminação dos cristãos no Médio Oriente, pedindo a ajuda dos católicos de todo o mundo.

“Nós, cristãos, corremos o risco de desaparecer do Oriente Médio. Estamos isolados e precisamos de ajuda imediata”, disse o prelado, citado pela Rádio Vaticano.

Para este responsável “deve convocar-se com urgência um Sínodo para os cristãos do Médio Oriente”.

“A situação actual faz crer na existência de um amplo projecto para esvaziar de cristãos o Médio Oriente”, acrescentou.

D. Warduni explicou que “a minoria cristã no Iraque é tolerada, mas submetida a contínuas intimidações e ameaças, que quase sempre se transformam em sequestros e homicídios de religiosos e leigos”.

Os cristãos no Iraque eram 3% da população na época do regime de Saddam Hussein. Hoje, representam 2%.

Em Mossul, onde há um ano atrás foi assassinado o Bispo Paulo Faraj Rahho, havia 25 mil cristãos, mas hoje são poucas centenas. 2500 famílias deixaram as suas casas e só algumas regressaram.

“Hoje vivemos as consequências da guerra, com a falta de electricidade e de combustível num país que praticamente nada em petróleo”, atira o Bispo.

Fonte: Agência Ecclesia.

Postado às 20:19 | Tags: , ,

Deixe seu comentário


Get Adobe Flash player Plugin by wpburn.com wordpress themes
%d blogueiros gostam disto: