Para a glória de Deus, em comunhão com a Santa Igreja Católica Apostólica Romana

Jornada Cristã


domingo, 30 de maio de 2021

Imprimir este texto Imprimir este texto      


Ó Trindade eterna, ó deidade! Tua natureza divina valorizou o preço do sangue de Jesus. És um mar profundo. Quanto mais nele penetro, mais encontro; quanto mais encontro, mais te procuro. E quando o homem se sacia no teu abismo, mais deseja; está sempre com fome, com sede de ti… És uma luz superior a toda luz. Dás uma iluminação abundante e perfeita à inteligência, aclarando-a na fé. Por meio dela, eu vejo que minha alma possui a vida. Nessa luz eu vejo a tua luz… Por isso eu disse, Pai eterno, que me ilumines com a luz da fé. Realmente, a fé é um mar que alimenta o homem em ti… Quando a fé é grande, o homem tem certeza daquilo em que acredita. Ela é um espelho, Trindade eterna, no qual me conheço. Segurando com amor tal espelho, olho para ele, reflito-me em ti e tu em mim, pela união de tua divindade com a nossa natureza humana. Na luz da fé, conheço-te, bem sumo e infinito, bem superior a todo bem, incompreensível, inestimável. Beleza superior a toda beleza! Sabedoria superior a toda sabedoria. Única sabedoria!… Quem pode acrescentar algo à tua perfeição, agradecer-te pelos imensos favores, pelos ensinamentos dados? Foi uma graça especial, acrescentada àquela comum que dás a todos. Desceste até minhas necessidades e nisto outros espelhar-se-ão.

Santa Catarina de Sena.

Postado às 00:03 | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe seu comentário


%d blogueiros gostam disto: